Erros da micropigmentação #6: Não avisar os pós-cuidados à cliente

Você recebe a cliente em seu espaço. Ocorre tudo bem procedimento bem durante o procedimento e a cliente a-m-a o resultado. Passam-se alguns dias e a cliente entra em contato com você, desesperada por não saber o que está acontecendo com a micropigmentação que antes estava linda e agora parece desbotada e estranha.

Quem já teve uma cliente que entrou em desespero por não saber o que lhe aguardava no pós-procedimento, levanta a mão! 

Vejo isso principalmente com profissionais que estão iniciando suas carreiras: esquecer de conversar com a cliente sobre os cuidados que elas terão de tomar após o procedimento.

Pode parecer apenas um detalhe do seu atendimento, mas acredite: os detalhes é que fazem toda a diferença.

Quando você toma o seu tempo para explicar à sua cliente tudo o que irá acontecer com ela dali para frente, mostra cuidado e profissionalismo da sua parte. O seu atendimento não acaba quando você desliga o seu dermógrafo.

E outra: para um bom resultado de micropigmentação é necessário tanto um bom desempenho técnico da profissional quanto pós-cuidados por parte da cliente. Pois, de que adianta você dar o máximo de si, realizar um trabalho lindo… e a cliente simplesmente não saber que ela não pode molhar a área micropigmentada pelas próximas três horas, por exemplo? O resultado com certeza ficará comprometido.

Para não correr o risco de esquecer de todos os detalhes importantes que a sua cliente terá que se atentar, faça um cartãozinho com tudo bem explicado – é o que eu faço aqui no meu ateliê 😁.

Gostou da dica?

Criamos um grupo no Whatsapp para divulgarmos dicas valiosas e novidades que estão por vir aqui na Roberta Peixoto Academy. Clique aqui para participar.

Erros da micropigmentação #5: Padronizar os fios

Quando observamos uma sobrancelha natural, quais são as principais características que você percebe que fazem dela algo real?

Na natureza é comum encontrarmos inconstância. Uma árvore não possui os mesmos tamanhos ou quantidade de galhos em ambos os lados. Montanhas não são esculpidas milimetricamente obedecendo uma regra de proporção e o formato dos rios também passa longe de ser algo padronizado.

Quando falamos de fios na micropigmentação de sobrancelhas, podemos abordar exatamente esse mesmo conceito encontrado na natureza.

Os pelos não precisam, necessariamente, seguir a mesma direção e ter o mesmo formato em todo o comprimento da sobrancelha. Você pode utilizar diferentes tamanhos para um pelo do início da sobrancelha e outro para o final, por exemplo. Isso trará movimento e naturalidade ao conjunto.

O mesmo podemos dizer quanto ao sentido dos fios. Analise a sua própria sobrancelha. Você irá reparar que os pelos não são uniformes e que em dada altura eles mudam de direção. Alguns são retos, já outros mais inclinados.

Padronizar algo que é construído naturalmente de forma irregular é resultar em algo artificial. Na micropigmentação, buscamos sempre enaltecer aquilo que a cliente tem de natural e deixar ainda mais belo, não é mesmo?

É importante sim corrigirmos assimetrias e falhas de uma sobrancelha, mas jamais podemos perder a essência e características que ela possui.

Portanto, sempre observe bem os pelos da sobrancelha da sua cliente. Verifique o seu formato. O que você pode fazer para deixá-la ainda mais bonita? 

Atingir um efeito natural que as pessoas não consigam diferenciar uma micropigmentação de uma sobrancelha real é o principal objetivo da micropigmentação realista.

Criamos um grupo no Whatsapp para divulgarmos dicas valiosas e novidades que estão por vir aqui na Roberta Peixoto Academy. Clique aqui para participar.

Erros da micropigmentação #4: Abrir mão do seu senso estético para agradar a cliente

Uma cliente determinada entra no seu espaço. Ela pede para fazer um formato de sobrancelha artificial e geométrico. Ou pede uma coloração extremamente escura para os lábios. Ou ainda é incisiva em pedir um delineado super longo e grosso. 

Você com certeza já viveu alguma (ou todas) dessas experiência na sua carreira de, não é mesmo?

Algo que é absolutamente normal, afinal a cliente chega com expectativas até nós e queremos que a ela saia feliz com o nosso trabalho. Mas até que ponto devemos satisfazer os desejos de uma pessoa que pode ter uma referência estética diferente da nossa?

É algo particular e variado de pessoa para pessoa. Mas posso garantir: achar o meio termo é a melhor solução. Você não precisa abrir mão totalmente do que você acredita e nem impor 100% do que você acha que irá ficar melhor em sua cliente.

Principalmente para quem está iniciando a carreira como micropigmentadora e quer construir uma cartela de clientes, é normal vermos profissionais que saem completamente do seu senso estético.

Mas algo que você deve ter em mente desde o início: você é uma marca e toda marca tem a sua assinatura!

Se você executa trabalhos mais naturais e delicados, não faz sentido querer agradar a cliente que deseja uma sobrancelha artificial e geométrica, não é mesmo?

Converse e explique porquê a sua opinião como profissional e o seu entendimento estético só irá ressaltar aquilo que ela tem de bonita. Se a cliente não quiser ceder, ela não é a sua cliente ideal.

Pois imagine você seguir duas linhas completamente distintas de efeito. Como as pessoas poderão julgar o seu trabalho sem uma consistência?

Mas é importante frisar: jamais abra mão da segurança da cliente por conta de uma insistência.

Por não terem o mesmo conhecimento da área que você, muitas clientes às vezes acabam pedindo procedimentos mirabolantes na micropigmentação, como se tudo fosse possível. E nós sabemos que não é bem assim.

Se a sua cliente persistir em um efeito que você sabe que irá colocar em risco sua saúde, esse é o momento de você estabelecer um limite entre o que é aceitável e o que é perigoso. Mesmo que isso te custe perder uma cliente.

Por isso lembre-se: nunca realize um procedimento que poderá denegrir o seu profissionalismo e ainda poder colocar a imagem da sua cliente em risco.

Gostou da dica?

Criamos um grupo no Whatsapp para divulgar essa e outras dicas valiosas. Clique aqui para participar.

Erros da micropigmentação #3: Qual cor usar nas sobrancelhas?

Já dei centenas de aulas ao longo desses anos desde que abri a Roberta Peixoto Academy e uma pergunta que é recorrente em cada uma das turmas que ministrei:devo usar o pigmento da coloração do cabelo da cliente ou da sobrancelha?.

É uma questão válida, afinal, quando pintamos o cabelo de uma cor diferente do nosso natural, muitas vezes buscamos igualar o tom das sobrancelhas com a mesma coloração.

Porém, na micropigmentação há alguns fatores que devemos levar em conta.

Imagine o seguinte caso: uma cliente, de cabelos castanhos escuros naturais, usa coloração loira nos cabelos mas deixa as sobrancelhas naturais. Se você utilizar pigmento para atingir o mesmo tom do cabelo, a sobrancelha da cliente ficará com duas cores: castanho escuro e loiro! 

No momento em que a sua cliente entrar no seu espaço, você desconsidera totalmente a cor dos cabelos dela. A regra que aplico em 99% dos casos: utilizar a cor do fio da sobrancelha.

A partir da identificação da cor do fio da sobrancelha é que podemos mesclar ou não diferentes cores e proporções até chegarmos no tom exato desejado.

Porém, existem casos em que a cliente tinge as sobrancelhas com uma determinada cor há anos. Ter as sobrancelhas de outra cor é o normal para ela. Nesses casos, você pode sim utilizar a mesma cor da tintura que ela aplica nas sobrancelhas, uma vez que ela sempre o faz.

Gostou da dica?

Criamos um grupo no Whatsapp para divulgar essa e outras dicas valiosas. Clique aqui para participar.

Erros da micropigmentação #2: Reutilizar agulhas

Talvez o mais grave erro que podemos cometer na micropigmentação é esse: reutilizar a agulha do procedimento! Você pode estar perplexa (o que é um bom sinal, pois mostra bom senso), mas existem muitas pessoas na nossa profissão que fazem isso.

Mesmo quando reutilizada na mesma cliente, realizar essa prática é um risco para saúde da pessoa, seja a agulha guardada por você, profissional de micropigmentação, ou pela cliente. 

Existe contaminação a partir do momento que retiramos a agulha da embalagem. A perfuração da pele da cliente com uma agulha que ficou dias (ou semanas) exposta a uma diversidade bactérias existentes no ar e objetos, é garantia de perigo à saúde e, muitas vezes, à vida da cliente.

O fator financeiro é o que leva muitas profissionais a abordarem essa prática, mas uma dica é incluir o valor do total de agulhas que você precisará no seu preço final. 

Se você precisar de uma agulha para o dia do procedimento e outra para o dia do retoque, inclua o valor de duas agulhas no preço do seu serviço. Se for usar três agulhas, inclua seis. E assim por diante.

Não corra o risco de prejudicar a sua carreira e, pior ainda, a saúde de uma pessoa que confiou à você um trabalho de responsabilidade.

Gostou da dica?

Criamos um grupo no Whatsapp para divulgar essa e outras dicas valiosas. Clique aqui para participar.

Erros da micropigmentação: #1 Fazer o mesmo formato de sobrancelhas para todas pessoas

O que você acharia se você e uma amiga contratassem um profissional de decoração e  essa pessoa fizesse exatamente o mesmo projeto para vocês? Os mesmos móveis, a mesma cor de pintura nas paredes e os mesmos objetos de decoração. 

Você sentiria que o seu dinheiro não foi bem investido, não é mesmo? O profissional não teria prezado pela sua individualidade e personalidade, e nem as da sua amiga. 

Quando falamos de micropigmentação de sobrancelhas não é diferente.

Elas possuem formatos, espessuras e tamanhos distintos. Algumas mais arredondadas, outras mais volumosas, outras mais longas. São diversas características que devemos considerar para que possamos ressaltar a beleza de cada pessoa, mantendo o aspecto natural.

Por isso não é possível realizarmos um “modelo de sobrancelha” para todas as clientes. O que ficará harmônico em uma pessoa pode não necessariamente contemplar outra. Esse é o principal objetivo de entendermos um pouco mais sobre o que é visagismo.

O visagismo trabalha a linguagem visual e as características físicas de cada pessoa para proporcionar harmonia e uma identidade única.

A micropigmentação é uma ferramenta que utilizamos para enaltecer a beleza da pessoa e corrigir pequenas assimetrias e falhas. Se fossemos tentar mudar radicalmente o formato da sobrancelha de uma pessoa o resultado ficaria artificial e desproporcional ao semblante da cliente.

Ao atender uma cliente, observe meticulosamente a sua sobrancelha: ela é comprida ou curta? Volumosa ou rala? Arqueada, reta ou curvada? A distância entre as sobrancelhas é grande ou pequena?

Ter noção sobre esses detalhes fazem toda a diferença no resultado seu trabalho e proporcionam mais satisfação à cliente.

Gostou da dica?

Criamos um grupo EXCLUSIVO no Whatsapp para divulgar essa e outras dicas valiosas. Clique aqui para participar.

Sobrancelhas perfeitas: como cuidar da micropigmentação no verão

O verão é, sem dúvida, a estação mais querida entre o povo brasileiro. Além de festas de final de ano e férias, ainda podemos contar com as altas temperaturas para curtir dias de sol, praia e piscinas. Mas, mesmo nesses dias de sossego e diversão, é preciso alguns cuidados especiais com a micropigmentação.

Podendo ser realizada a qualquer época do ano, a micropigmentação no verão requer uma atenção extra quanto aos seus cuidados, assim como outros procedimentos estéticos realizados durante a estação mais quente do ano.

Você, como profissional de micropigmentação, pode realizar o trabalho mais incrível do mundo em sua cliente, mas se não avisá-la dos devidos cuidados diários de pós-procedimento a ela, o seu resultado (e a satisfação da cliente) pode ficar comprometido.

micropigmentação no verão

Evitar lugares quentes, como saunas e tomar banhos de sol

Evitar o sol durante o verão parece impossível, mas não é! O cuidado maior está na exposição direta ao sol, pois, a alta temperatura na pele dilata os poros e aumenta a produção das glândulas sebáceas, deixando a pele mais oleosa e podendo aumentar a chance de expansão do pigmento. Esse cuidado se estende para secadores de cabelo e saunas também.

Não molhar as sobrancelhas

Mar e piscinas são tentadores nos dias quentes, mas é preciso muita atenção, principalmente nas primeiras 48 horas após o procedimento. Explique para sua cliente que é necessário evitar molhar as sobrancelhas durante este período e que toda higienização deverá ser feita com água boricada ou soro fisiológico para não comprometer o resultado da micropigmentação.

Cuidado com o protetor solar

É importante protegermos nossa pele durante o verão, mas para quem realizou um procedimento de micropigmentação nessa estação é proibido passar o produto diretamente nas sobrancelhas. Isso porque um dos principais componentes dos protetores solares é o Zinco, um agente que pode escurecer o pigmento de micropigmentação.

Manter a região hidratada

Como qualquer procedimento que causa lesão na pele, é importante mantê-la hidratada e higienizada. A vaselina é um ótimo hidratante e pode ser usada em conjunto com pomada cicatrizante. O processo de cicatrização determina um bom resultado de micropigmentação, por isso alerte sua cliente para não coçar ou remover as casquinhas que se formarão durante esse período. Isso evita a contaminação por bactérias. 

E aí, anotou as dicas? No nosso curso Intensive Training Class abordamos este e outros assuntos para qualificarmos a sua competência como profissional de micropigmentação em sobrancelhas. Quer saber mais sobre esse curso? Baixe o nosso cronograma aqui

Como atrair mais clientes pelas redes sociais?

Quantas vezes você já usou a sua rede social para comprar um produto ou contratar um serviço? Desde uma olhadinha no perfil da loja para ver se aquela peça estava disponível à recomendação da blogueira/influencer sobre o novo creme para cabelos, estamos sempre online, e as redes sociais fazem parte da nossa jornada de compra.

Fazer propaganda do seu serviço de micropigmentação da forma tradicional, como TV, rádio e revista,  pode sim trazer resultados, mas as redes sociais são capazes além de trazer resultados, de analisar detalhadamente o perfil do seu público-alvo e ter um alcance significativamente maior.

Sendo assim, como estabelecer um relacionamento com esse público e como alcançar novos clientes fazendo uso das redes sociais? É o que iremos te explicar (e mostrar) neste post.

Escolha as redes sociais certas

Hoje, temos diversas opções de redes sociais. Facebook, Instagram, Twitter, LinkedIn, Snapchat, para nomear algumas delas. Mas será que você precisa estar em todas? Comece analisando o seu próprio padrão de comportamento: quais são as redes sociais que você mais usa?

Com mais de 63 milhões de usuários no Brasil, o Instagram é o queridinho do momento e vem crescendo ano após ano.Seguido do Facebook, com 130 milhões de usuários brasileiros. Esses são exemplos de duas redes sociais para você começar a sua presença digital, mas a chave de ouro é manter o foco em onde estão suas clientes para garantir um alcance de boa qualidade.

Capriche nas suas imagens

Você tem um técnica incrível, mas se as suas fotos não transmitirem isso, você corre o risco de passar uma imagem equivocada ao seu público. Atualmente, existem vários aplicativos de tratamento de imagem, resultando em uma composição mais harmônica e de qualidade para  sua rede social.

Vale a pena ressaltar também que imagens em baixa resolução e sem um conteúdo de valor são facilmente ignoradas pelas pessoas. Por isso, sempre se pergunte antes de postar: “isso é relevante para o meu público?

Se você não tem muito conhecimento em fotografia, ou deseja aprimorar, preparamos um e-book completo sobre como tirar fotos incríveis com o seu celular, sem termos técnicos que dificultam a leitura, para você arrasar nas suas imagens! É só fazer o download aqui.

Compartilhe Experiências Positivas

Pense em uma pessoa mal humorada, que sempre faz questão de ressaltar o lado negativo das coisas, e que não possui paciência para responder questões simples. Você gostaria de estar ao lado desta pessoa? Pois é, nem o seu público. Procure postar conteúdos que vão agregar algo de bom na vida das pessoas, seja uma técnica nova de micropigmentação que você aprendeu, um elogio de uma cliente ou uma frase motivacional.

As suas redes sociais são a vitrine do seu trabalho, sendo assim, exponha o seu melhor lado para atrair mais clientes. Isso passa a sensação de autoconfiança e simpatia para o seu público se identificar com você.  

Responda de forma rápida e clara (e sempre simpática!)

Ninguém gosta de ser ignorado, especialmente se essa pessoa tem o poder de decisão de compra do seu serviço. Atente-se para reservar um tempo do seu dia para responder todas as perguntas e interagir com o seu público em suas redes sociais.

Um bom atendimento pode ser o fator decisivo da sua cliente optar pelo seu serviço ao do seu concorrente. Por isso, comunique-se sempre de forma educada e profissional, especialmente em situações de críticas negativas ou ofensas.

E aí, está pronta para arrasar nas suas redes sociais? Ah, uma última dica: venha seguir minhas redes sociais para ficar por dentro do universo da micropigmentação e conferir também meus trabalhos no meu Instagram e na minha fanpage no Facebook.

 

Sobrancelhas fio a fio: tudo o que você precisa saber sobre essa técnica de micropigmentação

De alguns anos para cá, as sobrancelhas viraram protagonistas! Celebridades e famosas como Kim Kardashian e Cara Delevigne são algumas das beldades que exibem sobrancelhas volumosas e cheias de personalidade.

A fama das “sobrancelhas de Instagram” também fez muitas mulheres darem mais de atenção (e carinho <3) para esta parte do rosto que é capaz de mudar completamente o nosso visual.

Se você trabalha com design de sobrancelha, com certeza já ouviu falar de micropigmentação.  Mas como é feita? Dói? É definitiva?

Vamos esclarecer tudo que você precisa saber sobre esse procedimento que está movimentando o mercado da beleza, e que pode agregar valor à sua carreira.

O que é micropigmentação?

A micropigmentação é a técnica de simular, por meio de desenho, a textura e formato das sobrancelhas.

Uma das principais razões de uma cliente procurar este serviço é para correção de falhas ou aprimoramento do formato natural dos fios.

Muitas mulheres, na correria cotidiana, optam pela micropgmentação para otimizarem o tempo na hora de se maquiarem.

Por ser um procedimento delicado, resulta em sobrancelhas com aspecto natural e preenchida.

Como ela é realizada?

O principal aparelho da micropigmentação é o dermógrafo.  Equipado com uma pequena agulha na ponta, o dermógrafo é um aparelho de pulsação eletrônica onde a agulha penetra o tecido da pele, depositando o pigmento. Esta é a parte fácil!

Um bom resultado, mais do que o uso de um bom aparelho, dependerá mais do seu desempenho técnico como profissional.

Ter uma bagagem de referências, conceitos bem estruturados e treinamentos em bons cursos são garantias que toda iniciante à micropigmentação deve ter.

Na hora de atender sua cliente, primeiro é feito uma avaliação de visagismo. Depois são demarcados os pontos de simetria das sobrancelhas para um resultado harmônico e expressivo. E, por último, é feito um teste de cor. Só aí então o dermógrafo entra em ação!

sobrancelha fio a fioA micropigmentação é definitiva?

Talvez esse seja um tópico responsável de muitas clientes ficarem com um pé atrás na hora de realizar a micropigmentação.  Por isso é bom esclarecer: micropigmentação não é maquiagem definitiva!  

Trata-se de um procedimento invasivo, sim. Mas como o pigmento não atinge a camada mais profunda da pele, a micropigmentação é um processo semidefinitivo.

Outra diferença entre a maquiagem definitiva e a micropigmentação está no tipo de pigmento usado. A formulação do pigmento de micropigmentação se difere do da tatuagem ou maquiagem definitiva, sendo mais diluído e líquido.

Como me preparar para realizar o procedimento?

Processos de higiene e os materiais corretos são indispensáveis quando falamos de micropigmentação, por ser  um procedimento que “fere” a pele.

Temos um post aqui com um checklist de materiais que toda iniciante deve ter.

Com os devidos pós-cuidados da sua cliente, e também dependendo do tipo de pele, a micropigmentação pode durar de 1 ano e meio a 2 anos.

É importante ressaltar que a cor ficará mais intensa logo após o procedimento. A cicatrização completa ocorre após 30 dias, quando a cliente precisa fazer o retoque.

É difícil fazer sobrancelha fio a fio?

A resposta para essa pergunta dependerá da sua experiência profissional. Claramente, quanto mais você treinar uma técnica, mais bem executada ela ficará.

Realizar um desenho suave, mas com simetria e expressividade, é algo que exige muito estudo de técnica, tipos de pele, colorimetria e material.

Quando bem feita, a micropigmentação fio a fio resulta em sobrancelhas com aspecto reais e volumização na medida correta.

Quem pode trabalhar com micropigmentação?

Essa é uma resposta simples: todas aquelas que desejam alavancar as suas carreiras!

A micropigmentação é um diferencial que você pode agregar aos seus serviços como designer de sobrancelha, e demonstra uma evolução profissional, colocando você à frente da sua concorrência.

Ficou animada para começar a sua carreira de micropigmentadora? Deixe um comentário sobre o assunto que você mais gostaria de ver aqui no blog.

Micropigmentação ou Microblading: qual a diferença?

Muitas pessoas confundem a micropigmentação com microblading, o que é normal, sendo que as duas técnicas possuem o mesmo objetivo: implantar pigmento na pele de forma que aparente no formato de fios. Mas os procedimentos em si são muito diferentes entre uma técnica e outra.

micropigmentação ou microblading

Seja para corrigir falhas ou dar mais expressividade ao olhar ou elevar a autoestima,  a técnica de preenchimento das sobrancelhas vem cada vez mais ganhando espaço em os centros de estéticas e salões. E com uma clientela exigente, as profissionais em design de sobrancelha buscam mais especializações e conhecimento para alavancarem seus negócios.

Mas em qual técnica eu devo me especializar? Vamos explicar tudo para você sobre as principais diferenças entre os dois procedimentos:

Micropigmentação

O instrumento de trabalho é o dermógrafo. Um dispositivo em formato de caneta que contém uma ou mais agulhas. O dermógrafo é um aparelho elétrico, que emite uma vibração, exigindo da profissional um maior controle sobre o instrumento no momento da aplicação do pigmento.

Apesar de ser um processo mais complexo, a micropigmentação é praticamente indolor (já tive clientes que chegaram a dormir durante o procedimento!) e com um tempo de cicatrização muito menor quando comparamos com a técnica de microblading.

Microblading

Já o microblading é uma técnica um pouco mais invasiva. É usado o tebori, um instrumento também em formato de caneta, porém com micro lâminas, que causam uma lesão maior na pele para o depósito do pigmento. Por ser um aparelho 100% manual, é você quem irá dosar a força de entrada do pigmento na pele.

É importante ressaltar que, por conta da incisão provocada pelo tebori ser maior, o corte na pele é feito de forma mais superficial para não provocar maiores danos a pele. Isso faz com que a durabilidade do microblading seja menor (de 6 meses a 1 ano) quando comparamos à micropigmentação (1 ano e meio a 2 anos).

As duas técnicas podem ser complementares, mas para você que está iniciando no universo da micropigmentação, é muito importante ter uma bagagem de conhecimento e técnicas em tipos de pele diferentes. E isso a micropigmentação pode te proporcionar. Já com o microblading, apesar do tebori ser um instrumento menos complexo de se trabalhar, o risco de causar uma lesão irreversível na cliente por uma profissional com pouca experiência é muito maior.  

Se você é uma excelente designer de sobrancelha e deseja aprimorar os seus serviços para suas clientes, um bom curso de micropigmentação é uma oportunidade de você se tornar uma autoridade na sua área por meio de conhecimento. Tenho um ebook, totalmente gratuito, e bem completo com algumas dicas para você se destacar no mercado de micropigmentação. É só acessá-lo aqui

Oferecer um serviço diferenciado às suas clientes coloca você à frente da concorrência. Ter uma ótima especialização pode agregar ainda mais valor ao seu negócio de design de sobrancelhas e te dar a oportunidade de expandir o seu trabalho.

E aí, ficou com alguma dúvida? Deixe nos comentários para podermos bater um papo 🙂