A oração e a fé de Ana

“Então orou Ana, e disse: O meu coração exulta ao Senhor, o meu poder está exaltado no Senhor, a minha boca se dilatou sobre os meus inimigos, porquanto me alegro na tua salvação. Não há santo como o Senhor; porque não há outro fora de ti; e rocha nenhuma há como o nosso Deus.” (1 Samuel: 1 e 2)

A Bíblia fala de muitas mulheres com exemplos de sabedoria, ousadia e fé. E elas certamente tiveram uma importância fundamental em todo contexto da história do cristianismo. Por essa razão escolhi escrever sobre algumas delas nos próximos devocionais, afinal, podemos aprender muito com essas mulheres de Deus. Em Romanos 15:4; 2 está escrito: “Pois tudo o que foi escrito no passado, foi escrito para nos ensinar, de forma que, por meio da perseverança e do bom ânimo procedente das Escrituras, mantenhamos a nossa esperança.” E isso não tem sido uma verdade?

Vamos então começar por Ana. Ela era a esposa de Elcana, levita da linhagem de Coate. Elcana tinha duas mulheres; Ana e Penina.   Ana tinha muita tristeza por não poder gerar filhos e por causa disso era frequentemente humilhada por Penina, que já tinha filhos. Ana vivia angustiada, chorava muito e não se alimentava, porque naquela época, ser estéril era uma grande vergonha. E todos esperavam ter descendência para dar continuidade ao nome da família.

O que lhe restava? Orar a Deus, clamando por consolo. Ana prometeu a Deus que se Ele lhe desse um filho, ela dedicaria esse filho a Ele. E Deus atendeu a oração e lhe deu o filho Samuel. E claro, ela cumpriu seu voto, levando Samuel para servir no tabernáculo, quando ele ainda era bem pequeno.

Sempre que leio essa passagem vejo a fidelidade de Deus e a certeza de que devemos ter esperança até nos momentos difíceis. Sabe aquela situação que você não encontra saída e que é totalmente impossível aos olhos dos homens?

Naquele tempo não havia tratamento médico para infertilidade, para endometriose e outros problemas que não permitem uma mulher engravidar. Ana dependia de um milagre.  As orações a ajudaram a enfrentar aquela situação de humilhação. Ela não desistiu! Ela perseverou e tornou-se mãe!

E a Bíblia relata que Deus a abençoou depois com mais filhos! Ou seja, Deus se alegrou da sua fé e perseverança. Ressaltando que Ana foi mãe de Samuel, considerado um dos personagens mais importantes, um dos homens mais notáveis da Bíblia, o qual aparece no livro do profeta Jeremias num grau de importância semelhante a Moisés Foi Samuel que, usado pelo Senhor, ungiu os dois primeiros reis de Israel, Saul e, depois, Davi. Podemos ler sobre a história de Ana nos dois primeiros capítulos do livro de 1 Samuel.

Para finalizar, vemos aqui a fidelidade de Deus e a honra que Ele deu a Ana. Por isso, persevere, independente do que você escuta e enxerga. Nosso Deus muda diagnóstico, restaura, reconcilia, derruba e constrói, traz de volta, dá total honra. Siga firme com Deus que Ele responderá os desejos do seu coração. O nosso Deus continua o mesmo que abençoou Ana.

A paz, Roberta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *