A Palavra é eficaz

“Procuremos, pois, entrar naquele repouso, para que ninguém caia no mesmo exemplo de desobediência. Porque a Palavra de Deus é viva e eficaz, e mais penetrante do que espada alguma de dois gumes, e penetra até a divisão da alma e do espírito, e das juntas e medulas, e é apta para discernir os pensamentos e intenções do coração.” (Hb 4.11-12).

A Bíblia tem muitas passagens que revelam propósitos e promessas para todos os filhos de Deus e que creem no cristianismo. Deus é bom infinitamente porque mesmo pela desobediência, ainda nos aprimora, disciplina e perdoa. As misericórdias se renovam todos os dias. Nós precisamos crer e obedecer para que os melhores resultados sejam alcançados e a nossa vida seja restaurada e abençoada, e de modo algum isso irá acontecer se formos rebeldes à Sua Palavra. Isso é claro em toda Palavra de Deus.

Vocês conhecem a passagem de Noé, quando Deus pediu a ele para fazer a arca e nela colocar animais e a sua família. Todos foram salvos porque obedeceram a Deus e os que ficaram morreram no dilúvio. Em uma analogia para os dias de hoje, significa que aqueles que não embarcam com Jesus vão perecer, terão o juízo e a condenação.

Então, qual a razão de não obedecermos a Palavra de Deus, sermos obedientes e caminharmos pela fé. A Palavra de Deus discerne os pensamentos e intenções do coração e pode nos proporcionar uma vida plena e boa. A desobediência causa exatamente o contrário.

A Palavra de Deus é desfrutada através da fé. Há coisas que nós não vemos, mas aceitamos como reais e somente através da nossa prática diária de oração é que vamos sendo alimentadas por ela. Não adianta nada falarmos “Eu creio em Jesus Cristo” se continuarmos fazendo exatamente o oposto do que Ele prega. A Palavra de Deus é poderosa, e eu já experimentei diversas vezes isso. Posso garantir a vocês que ela se cumpre. A Palavra Dele não pode ser anulada porque é verdadeira e nossa oportunidade de caminhar na terra com santidade e bênçãos nos é ofertada diariamente.

O resultado das promessas de Jesus dependerá única e exclusivamente de nós e da nossa atitude. Se sabemos que algo é errado fazer, vamos obedecer e não fazer. Simples assim.

Tem um livro que se chama “Em seus passos o que faria Jesus”, escrito por Charles M.Sheldon, e que narra as profundas mudanças ocorridas quando um pastor desafia sua comunidade a praticar a fé em Jesus Cristo. E depois que todos aceitam o desafio, muitas coisas vão mudando na vida das pessoas daquela cidade. A pergunta “o que Jesus faria em meu lugar” passa a orientar todas as ações daquele grupo, causando uma reviravolta sem precedentes. Fica a dica a todas vocês, é um livro bom e que orienta, tirando algumas dúvidas e nos incentivando a crer. Quando obedecemos na terra, algo move os céus.

A Palavra de Deus jamais pode ser anulada, mas cada um de nós pode perder a oportunidade que ela nos oferece. Finalizando, deixo outro versículo que considero esclarecedor para todo cristão que muitas vezes não compreende o agir de Deus: “Porque a palavra da cruz é loucura para os que perecem; mas para nós, que somos salvos, é o poder de Deus” (1Co 1.18).  Não é demais? Olhem o cuidado de Deus para nos alertar.

A Palavra nunca volta vazia minhas amigas, mas precisa ser ouvida e praticada. Assim, colheremos em taças de ouro todas as grandes promessas que Jesus tem para nós. Simplesmente creia.

A paz,

Roberta