Deixe tudo com Ele

“Entrega o teu caminho ao Senhor, confia nele, e o mais, Ele fará.” Salmos 37:5

Em alguns momentos da nossa vida alguém já nos falou desse versículo. Talvez, em um momento complicado e difícil, em uma situação de tristeza que vivenciamos. Mas como é difícil, não é mesmo? Confiar, entregar e não colocar as nossas mãos! Afinal, quando enfrentamos adversidades, nossa natureza nos impulsiona a tomar alguma decisão que pode ser a mais errada e causar problemas maiores. Na vida não temos domínio sobre tudo e é isso que gera tanta aflição. E mesmo crendo em Deus, há momentos em que optamos em dar uma “forcinha” a Ele. Desprezando a onipotência do Senhor!

Minha querida, nós precisamos confiar e entregar, não somos os donos da verdade, não temos o domínio de nada. Temos que aprender, como um exercício diário de fé, a entregar o nosso caminho a Deus. Não é fácil viver na dependência do nosso Pai, mas quando conseguimos, somos surpreendidas pelo Seu agir. Como Deus é bom! Como Ele faz infinitamente melhor! É no momento mais difícil que devemos parar e lembrar: somente entregando e confiando em Jesus iremos descobrir o que significa a certeza que “o mais Ele fará”.

Você nunca será a protagonista do filme da sua vida. Deus sempre será. Ele dirige e atua na sua vida, é o personagem central e principal. Você é usada por Ele, por isso, deixe-se levar, descanse, creia. Seu papel é confiar. Deus permite situações extremas para dizer: “Escuta, você vai continuar tentando fazer algo? Deixe essa situação comigo.”

Se você me perguntar se é possível viver uma vida de entrega e confiança em Deus, afirmo que SIM! Sabe qual será o resultado?  Desfrutar o melhor que Deus reservou para todo aquele que crê. Espera, confia e entrega por inteiro. Reconhecer a nossa total dependência e que somos limitadas como ser humano resultam no agir de Deus em nosso favor.

Rejeite essa ansiedade, despreze a dúvida, não aceite a voz do inimigo querendo te desanimar. Ao contrário, dobre o joelho e declare: “Deus, eu não sei mais o que fazer. Entrego tudo nas Suas poderosas mãos.”

O seu papel, agora, é apenas esperar. E agradecer.

 

A paz, Roberta

 

Anjo, zeloso guardador

“Porque aos seus anjos dará ordem a teu respeito, para te guardarem em todos os teus caminhos.” Salmos 91:11

Quando criança, sempre tive a crença de que os anjos da guarda estavam comigo onde eu fosse. E continuo pensando assim, que os anjos delegados por Deus nos acompanham em vários lugares. Estão conosco caminhando lado a lado na calçada, zelando pelo nosso sono, estão conosco no banco de viajante do carro, nos observam enquanto trabalhamos, ficam conosco quando temos um problema de saúde, atravessam as ruas segurando a nossa mão, sempre atentos a nos guardar e nos dar livramentos que a gente nem imagina.

O Senhor dá ordem para que eles nos guardem. Acho isso tão bom, tão confortante. Sinto-me protegida cada vez que declaro este versículo: “Porque aos seus anjos dará ordem a teu respeito, para te guardarem em todos os teus caminhos.”

Muitas vezes podemos até optar pelo caminho errado, mas é promessa Dele que em todos os caminhos estaremos guardados pelos Seus anjos. Isso não é incrível?

Creio que Deus nos livra de muitas coisas ruins, por isso devemos agradecer e orar o tempo todo. Eu acredito que até um atraso de poucos segundos pode ser providencial para que algo de pior não aconteça. Devemos estar sempre atentas àquela “voz” interior que nada é mais do que o Espirito Santo nos alertando. E devemos também estar com os olhos abertos para as estratégias de Deus para evitarmos passar por aflições.

Minha mãe costuma brincar dizendo que há pessoas que deixam seus anjos de guarda com a língua de fora! Porque eles correm de um lado para o outro, guardando, protegendo aquela pessoa. Mas claro, ela fala isso para nos alertar. Para termos cuidado com tudo o que fazemos e qual caminho escolhemos. Os anjos cuidam, mas também devemos fazer a nossa parte.

Anjos são zelosos cuidadores, obedientes a voz de Deus, eles nos cobrem com cuidados. Não é bom ter esta certeza?

Uma semana guardada em Cristo para todas vocês!
Roberta

 

Ele está no barco

“Jesus estava dormindo na popa do barco com a cabeça numa almofada. Cheios de inquietações, eles O acordaram, bradando: “Mestre, nós estamos quase nos afogando, e o Senhor nem se importa?” (Marcos 4.38.)

O versículo revela o que vivemos quase que diariamente diante dos problemas da vida. Porque todas nós temos, maiores, menores, fáceis de resolver, complicados de encontrar uma solução, mas é fato: adversidades chegam, e questionamos “Jesus, onde você está que não me escuta?”

Quando recebemos Jesus Cristo como o Senhor das nossas vidas, representa algo muito claro: Ele está no barco conosco. Ele não nos abandonou, ao contrário, mais do que nunca Ele está vendo e está no controle! Mas você pode me perguntar: “Roberta, como assim? Ele permite uma situação dessas com qual objetivo?”

Minha querida, há coisas que precisamos passar para sermos fortalecidas espiritualmente. Lembre-se que Deus tem um propósito para cada coisa que acontece na minha e na sua vida e que Ele tem uma promessa clara: jamais permitirá que algo aconteça além das nossas forças e também providenciará livramento. Não sou eu que estou falando, é a Palavra de Deus em 1 Coríntios 10.13.

Dias atrás encontrei uma conhecida que desde a sua adolescência enfrentou grandes lutas. Cresceu em um ambiente tumultuado, trabalha desde os 13 anos para o sustento, perdeu os pais muito cedo, teve um casamento infeliz, não conseguiu ter filhos. Tornou-se um ser humano amargo, uma pessoa que ninguém gosta de ter próxima.  Tentei falar de Jesus várias vezes, mas ela nunca escutou e tornava-se agressiva a cada Palavra da Bíblia. Acabei me afastando pelas circunstâncias da vida. Mas orei por ela, para conhecer verdadeiramente o Senhor.

Qual foi a minha surpresa ao encontrá-la recentemente e saber que ela frequenta uma igreja, está conhecendo a Palavra. E pude constatar que até o seu semblante mudou radicalmente. Está serena, mudada, aceita o passado como experiência e dá graças em viver o presente com Jesus. Que alegria encontrar uma pessoa transformada pelo poder de Deus!

Hoje, reconhece que o nosso Redentor sempre esteve com ela no barco, enfrentando o mar revolto.  E que diante dos problemas temos que fazer como os discípulos: pedir ajuda a Jesus! Eles foram até Ele e o acordaram. Jesus levantou-se e acalmou a tempestade.

Precisamos exercer a fé nos dias ruins. Todos nós temos dias, meses, anos difíceis. Mas eles acabam. Não desanime, no momento mais crucial você verá o milagre que Deus fará.

A paz,

Roberta

A salvação e o tempo

“Se ouvirdes hoje a sua voz, não endureçais os vossos corações, como na provocação, no dia da tentação no deserto. Antes, exortai-vos uns aos outros todos os dias, durante o tempo que se chama Hoje, para que nenhum de vós se endureça pelo engano do pecado… Enquanto se diz: Hoje, se ouvirdes a sua voz, não endureçais os vossos corações, como na provocação.” (Heb.3.7, 8, 13, 15)

 

Conversando dias atrás com um amigo advogado, ele me explicava que a prescrição é a maior inimiga do Direito. Porque todo advogado está sujeito aos prazos processuais e muitas vezes, uma causa simples não é resolvida por conta desses prazos. Existe um tempo limitado para ser impetrada uma determinada ação, para interpor recursos, para o juiz realizar o julgamento, determinar a execução. Tudo demanda tempo. E com a nossa vida é assim também. Nós dependemos do tempo para muitas coisas acontecerem. E se cremos em Deus, sabemos que existe propósito em cada situação da nossa vida.

Mas qual a razão de eu escrever sobre o tempo? Porque me veio ao coração a questão da nossa salvação. Porque nós não sabemos por quanto tempo viveremos. Isso é um mistério que só Deus sabe. Por isso, muitas vezes, sinto-me aflita em ver pessoas que tanto amo, familiares, amigos, que não valorizam a salvação em Jesus, que não se incomodam com algo tão sério. E o tempo está passando para todos.

Amada, depois de esgotado o prazo, de nada adianta se desesperar, colocar força, querer comprar o tempo, nada disso vai resolver. Eu acredito que Deus, através da sua bondade e misericórdia, vai concedendo tempo a todos para a salvação de cada alma. Mas cada um deve ter consciência que esse tempo pode acabar no dia seguinte. Ninguém sabe do futuro.

Quando resolvi caminhar com Jesus, a mensagem da cruz conquistou-me completamente. A questão da nossa salvação, o céu e a vida eterna foram um divisor de águas na minha vida e eu quis tudo isso para mim. Sei que até o último suspiro, uma pessoa pode querer a salvação e acredito totalmente que Deus concede. Mas a experiência de viver Jesus e experimentar do sobrenatural de Deus são passos fundamentais para entendermos que longe do Senhor não há salvação. Apenas em Deus. Sim, querida, Ele é o único que tem palavras de vida eterna. Glória a Deus por isso.

Uma semana de vitória em Cristo,

Roberta

A Palavra é eficaz

“Procuremos, pois, entrar naquele repouso, para que ninguém caia no mesmo exemplo de desobediência. Porque a Palavra de Deus é viva e eficaz, e mais penetrante do que espada alguma de dois gumes, e penetra até a divisão da alma e do espírito, e das juntas e medulas, e é apta para discernir os pensamentos e intenções do coração.” (Hb 4.11-12).

A Bíblia tem muitas passagens que revelam propósitos e promessas para todos os filhos de Deus e que creem no cristianismo. Deus é bom infinitamente porque mesmo pela desobediência, ainda nos aprimora, disciplina e perdoa. As misericórdias se renovam todos os dias. Nós precisamos crer e obedecer para que os melhores resultados sejam alcançados e a nossa vida seja restaurada e abençoada, e de modo algum isso irá acontecer se formos rebeldes à Sua Palavra. Isso é claro em toda Palavra de Deus.

Vocês conhecem a passagem de Noé, quando Deus pediu a ele para fazer a arca e nela colocar animais e a sua família. Todos foram salvos porque obedeceram a Deus e os que ficaram morreram no dilúvio. Em uma analogia para os dias de hoje, significa que aqueles que não embarcam com Jesus vão perecer, terão o juízo e a condenação.

Então, qual a razão de não obedecermos a Palavra de Deus, sermos obedientes e caminharmos pela fé. A Palavra de Deus discerne os pensamentos e intenções do coração e pode nos proporcionar uma vida plena e boa. A desobediência causa exatamente o contrário.

A Palavra de Deus é desfrutada através da fé. Há coisas que nós não vemos, mas aceitamos como reais e somente através da nossa prática diária de oração é que vamos sendo alimentadas por ela. Não adianta nada falarmos “Eu creio em Jesus Cristo” se continuarmos fazendo exatamente o oposto do que Ele prega. A Palavra de Deus é poderosa, e eu já experimentei diversas vezes isso. Posso garantir a vocês que ela se cumpre. A Palavra Dele não pode ser anulada porque é verdadeira e nossa oportunidade de caminhar na terra com santidade e bênçãos nos é ofertada diariamente.

O resultado das promessas de Jesus dependerá única e exclusivamente de nós e da nossa atitude. Se sabemos que algo é errado fazer, vamos obedecer e não fazer. Simples assim.

Tem um livro que se chama “Em seus passos o que faria Jesus”, escrito por Charles M.Sheldon, e que narra as profundas mudanças ocorridas quando um pastor desafia sua comunidade a praticar a fé em Jesus Cristo. E depois que todos aceitam o desafio, muitas coisas vão mudando na vida das pessoas daquela cidade. A pergunta “o que Jesus faria em meu lugar” passa a orientar todas as ações daquele grupo, causando uma reviravolta sem precedentes. Fica a dica a todas vocês, é um livro bom e que orienta, tirando algumas dúvidas e nos incentivando a crer. Quando obedecemos na terra, algo move os céus.

A Palavra de Deus jamais pode ser anulada, mas cada um de nós pode perder a oportunidade que ela nos oferece. Finalizando, deixo outro versículo que considero esclarecedor para todo cristão que muitas vezes não compreende o agir de Deus: “Porque a palavra da cruz é loucura para os que perecem; mas para nós, que somos salvos, é o poder de Deus” (1Co 1.18).  Não é demais? Olhem o cuidado de Deus para nos alertar.

A Palavra nunca volta vazia minhas amigas, mas precisa ser ouvida e praticada. Assim, colheremos em taças de ouro todas as grandes promessas que Jesus tem para nós. Simplesmente creia.

A paz,

Roberta

Confiança plena

“E sabemos que todas as coisas contribuem juntamente para o bem daqueles que amam a Deus, daqueles que são chamados segundo o seu propósito.” (Romanos 8:28)

Eu considero esse versículo um dos mais bonitos de toda Bíblia, porque me dá um certo alivio saber que até nas provações Jesus cuida de mim. Depois de um dia cansativo quando trabalhei cerca de 10 horas ininterruptas e chego em casa muito cansada, lembro-me do cuidado de Deus comigo. Ele me sustentou em tudo. Quando enfrentei a perda do meu pai, Ele me ajudou o tempo todo durante a enfermidade dele, e no final, quando meu pai partiu para Jesus, Deus me deu um consolo tão grande que só o poder do Espirito Santo para fazer aquilo. Eu tinha convicção de que meu pai estava sem dor, em paz e no colo do Pai do celestial. E assim é no dia a dia.

Quando enfrentamos turbulências, precisamos crer nesta promessa. Interessante no versículo é que ele diz “todas as coisas”, e não apenas “algumas coisas”. Ou seja, até mesmo as dificuldades que enfrentamos, e muitas vezes não entendemos a razão, cooperam para o nosso bem. Isto é meio maluco não é mesmo? Mas as coisas de Deus são loucas e até ilógicas, mas são para o nosso crescimento. Um dia entenderemos.

Por isso, devemos dar graças a Deus não só nas vitórias porque é assim que nosso caráter é refinado, exatamente como o ouro quando é colocado no fogo para retirar suas impurezas. Querida, desejo que você tenha esta certeza absoluta. Mesmo diante de um problema, continue a crer que o seu Deus tem poder para mudar toda e qualquer situação. Depois que o vendaval passa e tudo é colocado em seu devido lugar, entendemos os propósitos do Senhor. Era necessário tudo aquilo. Vamos confiar mais e mais?

A paz, Roberta

 

Confiança no deserto

“Também no deserto vocês viram como o Senhor, o seu Deus, os carregou, como um pai carrega seu filho, por todo o caminho que percorreram até chegarem a este lugar”. 
Deuteronômio 1:31

Você já esteve em um deserto? Eu nunca. Mas sabemos que o deserto é uma região em que ocorre pouca quantidade de chuva e por causa desta situação climática, a umidade é muito baixa e pouca vegetação se desenvolve. Nestas condições, a vida torna-se complicada para seres humanos e outras espécies animais. Então, deserto é solidão, abandono, dureza, tristeza.  Mas é para onde Deus nos leva em alguns momentos da vida.

Lembro-me de Moisés ao fazer a travessia com o povo rumo à terra prometida. Deus precisou trabalhar no caráter e na personalidade de Moisés, e também na vida de todas aquelas pessoas. Ali no deserto eles passaram 40 anos. Mesmo Deus tendo escolhido Moisés para a missão de libertar o povo de Israel da escravidão no Egito, Ele não aliviou a sua missão, ao contrário, “tratou” com aquele líder o tempo todo.

Quando enfrentamos o deserto sabemos que tempos difíceis vão chegar ou chegaram Quando estamos no “olho do furacão”, não temos muita escolha a não ser confiar. Deus deseja que nos coloquemos em Suas mãos para nos conduzir e mostrar as atitudes e o comportamento que espera de nós. 

O deserto é duro, mas pode ser um grande disciplinador. Não importa o que você está passando, mas como você está enfrentando. A única coisa que afirmo é que no final da prova o oásis irá aparecer. E você poderá desfrutar do grande amor de Deus pela sua vida.

A paz, Roberta 

 

 

Ele tem o melhor para nós

“O meu Deus, segundo as suas riquezas, suprirá todas as vossas necessidades em glória, por Cristo Jesus” Filipenses 4.19.

Querida, estava orando e Deus me trouxe à memória todas as minhas conquistas e pedidos atendidos. Comecei a lembrar de coisas que hoje tenho e que foram respostas de oração. Foram pedidos feitos há vários anos e dos quais eu havia me esquecido.  A fidelidade de Deus nunca dependeu da fidelidade de seus filhos. Ele é fiel mesmo quando não o somos, ou seja, quando pedimos e não somos atendidas de imediato e ficamos bravas com Ele. Sempre nos julgamos injustiçadas! E ainda assim Deus nos responde e não nos cobra nada por isso. Mas, eventualmente, o Espirito Santo nos lembra! E aí ficamos constrangidas porque enxergamos a mão de Deus na nossa vida.

Faço um desafio com você! Escreva em um papel todos os pedidos que você fez um dia lá atrás e que você já recebeu. Mas peça ao Espirito Santo para te lembrar os pedidos feitos na sua infância, na sua adolescência. E você verá como Deus é bom. E quantos pedidos foram respondidos e você nem notou!

Jesus é nosso amigo, nosso braço forte. Quando perdemos a coragem, Ele não a perde. Quando nos sentimos desprotegidas, Ele traz aconchego. Quando entramos em desespero, Ele nos conforta. Quando achamos que Ele se esqueceu dos nossos desejos, Ele supera todas as expectativas.

Amada, Jesus é maravilhoso! Quando esteve na terra deixou sua mensagem de bondade e de amor ao próximo. E sempre nos alertou que estaria conosco o tempo todo, que nada nos faltaria. Bastaria que nossos pedidos estivessem em conformidade com Ele, que certamente receberíamos. Por isso, dobre o seu joelho e clame. Peça aquilo que você tanto almeja. Se for algo que irá te abençoar, Deus fará na sua vida. Se não for, Ele trará algo melhor.

Deus jamais despede seu povo de mãos vazias. Ele responderá a sua oração.

A paz,

Roberta

 

Jesus adora nos surpreender!

“Disse-lhe Jesus: Mulher, por que choras? Quem buscas? Ela, cuidando que era o hortelão, disse-lhe: Senhor, se tu o levaste, dize-me onde o puseste, e eu o levarei. Disse-lhe Jesus: Maria! Ela, voltando-se, disse-lhe: Raboni, que quer dizer: Mestre.
Disse-lhe Jesus: Não me detenhas, porque ainda não subi para meu Pai, mas vai para meus irmãos, e dize-lhes que eu subo para meu Pai e vosso Pai, meu Deus e vosso Deus.” (João 20: 15 a 17)

Eu gosto muito dessa passagem quando, pela ocasião da morte de Jesus Cristo, Maria Madalena foi ao sepulcro e levou suas especiarias aromáticas, ela queria estar lá com o seu Mestre, chorar a perda, consolar a mãe de Jesus que deveria estar lá, orar, ajoelhar-se diante da sepultura, mas a única coisa que ela fez foi dar um suspiro, uma exclamação. Porque a pedra em frente à sepultura havia sido retirada. E lá dentro estava tudo vazio. Alguém levou o corpo do seu mestre! Amada, imagine os pensamentos que passaram pela cabeça de Maria Madalena, o susto, a agonia de pensar que alguém havia roubado o corpo do Salvador e levado para qualquer outro lugar!

E eis que um homem vestido de branco aparece e pergunta: “Por que você está chorando?”  Calmamente, simplesmente, sem ventania, sem gritaria, sem nada, uma voz suave e calma chegou aos ouvidos daquela mulher que estava extasiada. Ela respondeu, e Jesus novamente perguntou: “Por que você está chorando?”. Maria Madalena julgava que aquele homem era um jardineiro, e só depois de alguns minutos ela realmente viu que se tratava do nosso Salvador. Imagine a alegria, misturada com susto, indignação, emoção, tudo junto!

Eu acredito que Jesus queria surpreendê-la, assim como Ele faz conosco. O filho de Deus poderia muito bem chegar de mansinho, apenas falar, ou apenas aparecer e permanecer mudo, quem sabe deixar algo escrito, ou qualquer outra coisa. Mas Ele quis fazer uma surpresa, Ele quis se revelar de forma que não deixasse qualquer dúvida. E assim Ele é conosco até hoje. Faz coisas sobrenaturais, coisas que sabemos…foi Deus.
Por isso amada, peça para o Senhor te surpreender com novidades e algo muito bom. Ele fará.

Uma semana abençoada em Cristo, Roberta

Há males que vem para o bem

“Eu sou a videira verdadeira, e meu Pai é o agricultor. Todo ramo que, estando em mim, não dá fruto, ele corta; e todo que dá fruto ele poda, para que dê mais fruto ainda” (João 15:1,2).

 

Você gosta de mudança na vida? Ou prefere a zona de conforto? Pois é, mas isso independe da nossa vontade, porque mudanças acontecem inesperadamente e, em algumas vezes, fogem do nosso controle completamente. Por exemplo; você está programando uma viagem, resolve fazer alguns exames médicos de rotina, e descobre um problema de saúde. E o médico diz: “Cancele tudo, você tem que se tratar”. De repente você está feliz, pronta para se casar com aquele que julga ser o grande amor da sua vida. E o amado diz: “Não quero mais casar, não estou pronto, melhor nos separarmos”. Ou então, você está vivendo um momento tão bom no emprego e sem qualquer explicação, é demitida. Pode acontecer? Sim, acontece todos os dias e com qualquer pessoa.

Amada, creia que, quando acontece algo que não entendemos e nos deixa tão arrasadas, devemos apenas confiar que o Senhor está trabalhando “nos bastidores” e nos preparando para algo melhor. No primeiro momento, sei que bate aquele desespero, mas se você, verdadeiramente caminha com Deus, aprenda a descansar. Há situações que não podemos resolver, não temos para onde correr. Não coloque um ponto de interrogação, apenas olhe para frente e siga o seu caminho. Quando você atingir a meta de Deus, certamente entenderá os propósitos do Pai. Não comece a pensar que você é uma derrotada, sem sorte para nada na vida, etc., etc. Quem sabe Deus está te dando um grande livramento, pode estar preparando um emprego melhor, permitindo essa doença para você se aquietar e se cuidar para não ter algo pior lá na frente. Quem sabe esse homem que você tanto deseja iria te fazer infeliz.

Se você confia cegamente em Deus, espere por Suas promessas. Você está naquele processo em que o agricultor chama de “poda”. Porque assim dará mais frutos. Deus está removendo coisas negativas da sua vida para que a colheita seja perfeita, boa, agradável, grande, saborosa, maravilhosa.

Apenas confie, se você tem promessa de Deus, e a Bíblia está recheada delas, aprenda a passar pelo processo. Nem sempre é bom, mas necessário. Depois você vai cantar o hino da vitória. E pensará: “Sim, valeu a pena passar por tudo aquilo, Deus sabe o que faz, o que tira, o que dá”.

A paz, Roberta