Com Jesus sempre!

“Elias dirigiu-se ao povo e disse: ‘Até quando vocês vão oscilar entre duas opiniões? Se o Senhor é Deus, sigam-no; mas, se Baal é Deus, sigam-no’. O povo, porém, nada respondeu.” (1 Reis 18:21)

 

Recordo-me o dia em que dei um passo de fé ao escolher caminhar com Jesus Cristo por toda a minha vida. Sabia que era o passo mais importante da minha trajetória e que naquele instante deixaria algumas coisas para trás e optaria por outras que normalmente, aos olhos do mundo, são quase impossíveis! Mas fiz essa opção com prudência e sabedoria, não fui apenas levada pela empolgação!

Eu sabia que era a hora de sair das trincheiras, sacudir a poeira, polir a armadura e afiar a espada. Eu estava a serviço do Exército de Jesus! Amada, como está a sua vida com Cristo? Tenho certeza que o maior dia da sua vida foi aquele em que você pediu a Jesus Cristo para entrar em seu coração e perdoar os seus pecados. Mas você tinha ideia das renúncias e dos “nãos” que teria que fazer e dizer em vários momentos?

Quero deixar uma palavra de ânimo! Sei muito bem que caminhar com Deus requer abrir mão de algumas coisas, mas no passar tempo eu garanto que elas não farão falta! O prazer de saber que agradamos a Deus e que o Espírito Santo nos orienta é maior que tudo.

Quando optamos por uma vida com Jesus, uma guerra espiritual muito concreta tem início e começamos a ter problemas antes nunca enfrentados. Porém, se ficarmos firmes, a vitória é certa. Vida cristã é um campo de batalha, nunca um parque de diversões!  A batalha entre o bem e o mal é séria! Não é algo opcional, ela é real na vida do cristão. Mas com Jesus Cristo temos vitória. Porque Ele reveste, Ele luta por nós, Ele delega anjos para nos socorrer! Deus é maravilhoso.

Como Elias perguntou ao povo no Monte Carmel, “Quanto tempo vocês vão oscilar entre duas opiniões? Se o Senhor é Deus, sigam-no.”  Por isso eu digo a vocês, amadas: Sigam a Jesus como um soldado corajoso! A cada batalha uma vitória! Avance, deixe Deus ser Deus! O gostinho da vitória, mesmo que demore, tem sabor de mel…é docinho, docinho!

 

Um beijo carinhoso!

 

Roberta