Deus tem regras, vamos segui-las

“Nunca me esquecerei dos teus preceitos, visto que por eles me tens dado vida”. Salmos 119

Amada, quando eu era criança, lembro-me do cuidado excessivo da minha mãe. Ela levantava várias vezes à noite para ver se eu estava coberta, se precisava de alguma coisa. Quando íamos atravessar a rua, pegava-me no colo, se íamos na piscina, não desgrudava de mim. Se ficava doente, passava a noite toda ao meu lado, cuidava dos horários da medicação dada pelo médico, se ia nas festinhas, cuidava do que eu colocava na boca. Sim, minha mãe sempre diz que é melhor exagerar do que subestimar tudo aquilo que se refere a filhos.
Eu creio que com Deus é semelhante as regras que pais impõem para seus filhos, porque na realidade, tudo não é para nos restringir, mas para nos proteger. As exigências Dele, tanto as positivas como as que nos proíbem de fazer certas coisas, são para a nossa proteção e perfeição. Todo conhecimento de Deus que nos é passado tem um objetivo: nos guardar do mal, porque basta uma brecha para que o diabo faça uma confusão e nos prejudique.
Temos que pedir ao Senhor que nos ajude a ver Suas palavras como vida, como bênçãos, como proteção. Sim, Jesus tem regras. Devemos segui-las como todo pai que coloca limite nos filhos e cuida de seus passos. Amada, desejo que o Espirito Santo fale ao seu coração, ministrando a atitude correta, que amoleça o seu coração teimoso e resistente e que finalmente você faça a vontade do Pai. E a graça abundante do Senhor fará presença na sua casa, na sua vida, na sua família.

A paz, Roberta