Paz e tolerância

A resposta calma desvia a fúria, mas a palavra ríspida desperta a ira. 
Provérbios 15:1

 

Você sabe como é rompido o círculo da raiva e do ódio? Com uma palavra pequena que gera um efeito enorme. Paz. Sim, toda atitude raivosa quando não encontra lugar para se instalar, acaba morrendo sozinha. Vou contar uma historinha que talvez cada uma de nós já presenciou ou até foi protagonista.

Um grande empresário todo poderoso gritou com um diretor da sua empresa porque estava com ódio naquele momento de uma situação que havia vivido horas antes. O diretor, que não tinha nada a ver com o problema do chefão, chegando em casa gritou com sua esposa, acusando-a de que estava gastando demais porque havia um almoço farto à mesa. A esposa, muito nervosa e ofendida, gritou com a empregada que acabou chorando na cozinha. Esta, por sua vez, muito irada com a atitude da patroa, gritou com o cachorrinho no qual tropeçara.

O cachorrinho saiu correndo e começou a latir insistentemente para os transeuntes da rua que acabavam esbravejando com ele. Essas mesmas pessoas chegaram em casa irritadas e brigaram com os filhos e familiares.

Que em seguida discutiram com os amigos. Pronto! A raiva faz isso, ela vai sendo disseminada e entrando nos lares, nos escritórios, em todos os lugares que você passar.

Mas, quando um homem que passava pela calçada e também irritou-se com o latido do cão chegou em casa batendo a porta e xingando o animal, sua mãe, uma mulher de oração e muito tolerante, afagou-lhe os cabelos, beijou-o na testa e disse: “Filho amado, deixe essa raiva lá fora, aqui você encontrará conforto e paz. Preparei um jantar delicioso para você, aquela carne ensopada com batatas que você tanto ama. Tome um banho, venha se alimentar, amanhã será outro dia preparado por Deus”. Que sabedoria! Rompeu-se o círculo da raiva. O filho abaixou a cabeça, ficou quieto com seus pensamentos e viu que realmente, a tolerância, o perdão, a paciência, o amor são palavras importantes e geram paz. 

Querida, além desse versículo acima, há outro do qual eu gosto muito e que fala ao meu coração quando sinto-me irritada ou nervosa. E que diz:Não permita que a ira domine depressa o seu espírito, pois a ira se aloja no íntimo dos tolos.”. (Eclesiastes 7:9). Eu não quero ser tola! Quero ter a sabedoria de Cristo para dominar qualquer situação difícil.

Lembre-se, não devemos dar continuidade à contenda, mas promover a paz. Tudo se ajeita, tudo é possível através da mensagem de Jesus. Vamos exercitar a calma e a tolerância?

Uma semana abençoada a todas,

Roberta