Vamos deixar o Pai escolher?  

“Àquele que é capaz de fazer infinitamente mais do que tudo o que pedimos ou pensamos, de acordo com o seu poder que atua em nós.”  (Efésios 3:20) 

Na semana escutei uma pregação valiosa sobre as nossas escolhas e as escolhas de Deus. Porque nem sempre elas alinham. Normalmente não. A gente quer uma coisa e Deus quer outra. E a gente não gosta de ser contrariada e fica chateada, questionando: “Deus eu pedi uma coisa e você vem com isso?”. Sabe como se comporta uma criança mimada? Então… a gente parece uma criancinha brava. 

 Eu interpreto assim: é a mesma coisa de um pai levar o filho numa loja para escolher o presente de aniversário, achando que o filho vai escolher uma novidade cara. Mas o filho escolhe uma bola de futebol comum e deixa o pai frustrado, porque na verdade, ele próprio queria algo mais relevante para comemorar a data. E aí, o pai diz à criança. “Eu tenho algo melhor para te dar, deixa eu mesmo escolher”.  E certamente a escolha do pai será melhor e assertiva.  

Como você pede coisas ao Pai Celestial? Você impõe a sua vontade ou deixa Ele fazer do jeito Dele? Pois então deixe eu dar uma dica valiosa. Quando queremos muito algo, é importante pedir a Deus, sem dúvida alguma. Mas no final da sua oração, acrescente “Esta é a maneira que eu gostaria, mas que seja feita a Tua vontade e não a minha”. 

Considere isso nas suas petições. Já fiz pedidos que Deus não me atendeu naquele momento, porém, passado um tempo, Ele me surpreendeu com algo melhor. Acredite, o Pai deve escolher por você, e aí sim, a benção será grandiosa. 

 A paz, 

Roberta